Peregrina do tempo

0

Quando eu me for, espero ter a bagagem leve.
Espero levar esse turbilhão de emoções que tenho no peito.
Mas com a consciência leve por saber que se errei foi por não saber ser diferente.

Espero olhar para trás e saber que vivi de acordo com o que acreditava. 
Espero ter amadurecido um pouco mais minha cabeça dura.
Espero não ter culpa por ter repetido meus erros.

Espero ter aprendido a falar mais de amor, e eu sei que ainda não sei me expressar direito.
Sou melhor demonstrando ainda que meu jeito seja torto.
Não sou um livro fácil de ser lido, mas quando eu amo é sempre muito.

Espero vibrar a luz que as pessoas enxergam em mim.
Espero descobrir que minhas preces foram atendidas ainda que as respostas não tenham sido as que esperava receber.
Espero não ter corrido de todos os meus desafios.

Por enquanto, é tempo de viver.
E, meu amor, não esquenta. Tudo isso vai passar.
O que eu tenho por dentro eu sei, e tomara que você saiba também.
O que eu quero é ficar e ainda assim, você sabe bem como me buscar.

 

 

amorpoesia

Sobre o autor

Eliane Sérafim

Eliane Sérafim é idealizadora do Encrespa Geral. Atualmente trabalha como Naturopata e Terapeuta Capilar na Cabelo e Bem Estar, além de diretora do Instituto Encrespa Geral.

Sem comentários

Sobre Relacionamentos Abusivos

Oie!!! Tudo bem por aí? Hoje é aniversário de 14 anos da Lie Maria da Penha.  Uma boa data pra contar minha história. Eu estou ...